UFPB é a 1ª do NE e a 5ª do BR com maior volume de recursos pelo MCTI/FINEP/CT-Infra


Esta postagem foi publicada em 17 de setembro de 2013 e está arquivada em Noticias.

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) é a Instituição de Ensino Superior do Nordeste com o maior volume de recursos pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação/Financiadora de Estudos e Projetos/Fundo Setorial de Infraestrutura, sendo a quinta no ranking nacional.

 

Com esse potencial, a UFPB irá receber um montante no valor de R$ 10.480.924,00 para desenvolver seis projetos de pesquisa aprovados no âmbito da Chamada Pública MCTI/FINEP/CT-Infra 01/2013.

 

Com isso, a UFPB aumentou o valor de recursos aprovados em relação ao ano anterior, que foi de R$ 9.851.487,00 para R$ 10.480.924,00, mesmo atuando em um cenário de redução de recursos e alta competitividade.

 

O desempenho alcançado pela UFPB é resultado da qualidade dos projetos aprovados e da excelência de seu corpo de pesquisadores, aliado a um conjunto de ações adotadas pela Administração Central, regida pela Magnífica Reitora Margareth Diniz, através da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa que busca expandir e consolidar áreas consideradas estratégicas para o desenvolvimento institucional e da região, a exemplo das áreas de fármacos, química, física, nano e biotecnologia, novos materiais, energia, agropecuária e meio-ambiente.

 

Os subprojetos contemplados nesta chamada pública são: Projeto estruturante para pesquisas avançadas em Ciências Agrárias (Etapa 1); Ampliação da Infraestrutura Multiusuário dos Programas de Pós-Graduação nas Áreas de Saúde, Alimentos, Biologia e Biotecnologia; Modernização e Manutenção da Infraestrutura de Equipamentos do Laboratório Multiusuário de Caracterização e Análise; Rede Interna de Nanociência e Nanotecnologia: Consolidação da Infraestrutura de Caracterização Microestrutural/NEPEM; Qualificação da Infra-Estrutura para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Processamento Energias Renováveis – Etapa II; Aquisição de Equipamentos Multiusuários para Avaliação do Exercício Físico na Saúde e no Desempenho Humano.

 

De acordo com o Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa, professor Isac Almeida de Medeiros, os recursos adquiridos nesta chamada pública destinam-se fundamentalmente a aquisição de diversos equipamentos de médio e grande porte, para otimização das referidas pesquisas.

 

Fonte: Ascom-Reitoria(Fernando Caldeira/Jéssica Azevedo-estagiária)